Moçambique

Gorongosa em todo o seu esplendor


2015-10-26

O Parque Natural da Gorongosa continua a ver o seu número de animais crescer a cada ano que passa, tendo-se tornado já um dos mais importantes santuários de vida selvagem de África e do mundo. Mais do que aumentar o número de animais por espécie, aqui investe-se na descoberta de novas espécies e aposta-se na variabilidade genética, trocando e importando animais de outras proveniências por forma a enriquecer, tornar único e diversificar este imenso parque de vida selvagem.

Mas se hoje o sucesso parece acompanhar cada uma da ações que se desenvolvem no parque, nem sempre assim foi. Só muito trabalho por parte da administração e de todos os funcionários permitiram que, ao longo de dezenas de anos, fosse possível contrariar o baixo número de animais, os caçadores furtivos e os extremos climáticos que são particularmente inclementes com a vida selvagem.

A guerra foi o grande inimigo dos animais do parque. Uns fugiram, outros serviram de alimento aos soldados e às populações famintas e, no meio de tudo isto, os caçadores furtivos aproveitaram para saquear sem qualquer controlo, levando ao declínio da maioria das espécies e ao desaparecimento de algumas na área geográfica do parque, estimando-se que no fim da guerra, no início dos anos 90 do Século XX, o parque teria perdido cerca de 90% de todos os seus exemplares.

No fim do conflito armado, foi necessária uma grande força de vontade para reorganizar o parque e deixar que numa primeira fase a natureza começasse por si mesma a estabelecer-se, para depois começar a intervenção por parte da administração do parque, de forma cirúrgica e programada, para não provocar desequilíbrios ambientais. Mas o trabalho árduo resultou e hoje, para além daqueles animais mais icónicos da savanaafricana que enchem o parque, muitas outras espécies prosperam e permitem que o equilíbrio aconteça, porque não são só os animais mais emblemáticos que geram o equilíbrio, são milhares de espécies que permitem que um ecossistema prospere e sem que este ecossistema seja saudável não é possível ter sucesso.

Nos últimos dias, alguns números que foram conhecidos são bem exemplo do sucesso do parque. No fim da guerra não restavam mais de 100 elefantes, agora são já mais de 500, o mesmo aconteceu com os búfalos-africanos que no início deste século estavam reduzidos a apenas 60 exemplares e que agora são mais de 600, sendo no entanto ainda uma ínfima parte dos 14000 que chegaram a ser registados na área do parque. Mas não são só estas espécies que recuperaram, as pivas, as impalas, os pala-pala, os elandes, os bois-cavalo (gnus), os elefantes, os hipopótamos, os leões e muitas outras espécies são a prova do excelente trabalho que tem sido desenvolvido ao longo dos últimos anos.

O recenseamento das espécies ali existentes apontam para que sejam mais de 4000, algumas delas novas no parque, e outras são mesmo novas espécies à espera de classificação, o que demonstra bem a pujança que este ecossistema apresenta na atualidade. Mas se o sucesso está a ser evidente, as cautelas também são muitas e o rinoceronte, por exemplo, ainda não voltou a ser reintroduzido no parque porque as condições de segurança não estão completamente implementadas e os caçadores furtivos estão à espreita, por muito que os guardas do parque e mesmo as populações envolventes se empenhem na proteção desses animais em risco.

Mas o futuro da Gorongosa passará também por ser a casa do rinoceronte, será certamente uma questão de tempo até que o empenho e a dedicação de todos os envolvidos devolva às savanas moçambicanas esse mítico animal, que representa a esperança de dias melhores para todos os animais que enriquecem a fauna africana, não só em Moçambique, mas em todo o continente, fustigado por guerras e muitas ambições pessoais que têm tido consequências catastróficas para a fauna africana.



Notícias
2016-09-03 Itália
Um cão foi retirado de entre os escombros em Amatrice, Itália, depois de ter estado 9 dias sob os escombros da casa onde vivia com os donos. Aparentemente, o cão, de nome Romeo, estaria no piso inferior da casa, ao contrario dos donos que dormiam no piso superior.
Filtros: Cães
Jardim Zoológico comemora Dia Mundial do Tigre
2016-07-28 Portugal
No próximo dia 29 de Julho, sexta-feira, conhecer o Tigre-da-sibéria e o Tigre-de-sumatra e aprender a estimular os comportamentos naturais desta espécie são os desafios lançados pelo Jardim Zoológico.
2016-07-10 Estados Unidos
São muitos os estudos que atribuem à companhia dos animais algum tipo de saúde para os donos. Agora, um novo estudo aponta particularmente para beneficios ao nível da saúde vascular para as mulheres. Segundo o estudo da Faculdade de Saúde Pública da Universidade da Geórgia do Sul, nos Estados Unidos, as mulheres com mais de 50 anos beneficiam particularmente da companhia de um cão ou gato como animal de estimação, em particular um gato, já que o número de senhoras donas de gatos que acabam por sofrer de um Acidente Vascular Cerebral (AVC) é significativamente mais baixo que aquelas que não têm nenhum animal de companhia e consegue ser ainda mais baixo que aquelas que são donas de cães.
2016-05-15 Portugal
Foram muitos anos e muitas pessoas envolvidas dos dois lados da fronteira para que o lince-ibérico pudesse ter futuro. No período de duas semanas, as notícias que todos esperavam há anos surgiram, primeiro Jacarandá depois Lagunilla, duas das fêmeas libertadas em Portugal, tinham tido as suas primeiras crias, e havia pequenos linces para demonstrar que todo o investimento pessoal dos muitos envolvidos neste processo tinha valido a pena.
2016-05-15 Estados Unidos
Um cão de pastor alemão de nome Haus tornou-se esta semana um herói improvável, depois de ter salvo a jovem dona do ataque de uma cascavel no quintal de ambos em Tampa, na Florida, Estados Unidos. Haus, o pastor alemão, de dois anos, e Donya, a menina, de sete, bricavam no quintal como habitualmente, quando uma serpente encurralada pelas brincadeiras ameaçou atacar a menina.
Filtros: Cães
Leonardo DiCaprio irrita responsáveis indonésios por defender orangotangos e florestas do país.
2016-04-05 Indonésia
O ator americano Leonardo DiCaprio pode vir a ser proibido de voltar a entrar na Indonésia depois de, no final do mês de Março, ter feito uma visita a um santuário de orangotangos e logo aí ter feito algumas declarações que foram mal recebidas por alguns responsáveis do país, que já ameaçaram colocar o seu nome numa lista negra de prescritos.
2016-03-04 Portugal
O Jardim Zoológico marca presença na 28ª edição da BTL – Feira Internacional de Turismo, a maior montra da oferta turística em Portugal, entre 2 e 6 de Março. No stand, a diversão está garantida, com vários desafios e surpresas como a Roleta da Sorte, onde durante os dias de semana serão sorteados os famosos calendários do Zoo.
2016-02-21 Portugal
O Oceanário de Lisboa financia um fundo genético europeu gerido pelo «Fish and Aquatic Invertebrate Taxon Advisory Group» (FAITAG), no âmbito de programas de reprodução de espécies ameaçadas desenvolvidos pelos aquários públicos europeus.
2016-02-21 Portugal
Foi inaugurado a 13 de Fevereiro o primeiro serviço de Tomografia Axial Computorizada (TAC) e Ressonância Magnética para animais de companhia, em Portugal, disponibilizado pelo Centro de Imagem Montenegro.
2016-02-21 Argentina
Um golfinho bebé, de dois que arrojaram à costa na praia Santa Teresita, na Argentina, acabou por morrer depois de ter estado demasiado tempo fora de água, porque os veraneantes decidiram tirar «selfies» com ele.


Truques & Dicas
Publicidade


Galeria fotográfica

Classificados
São Paulo, Brasil
Venda de Filhotes
Porto, Portugal
Procuro Cavalo Lusitano
Carnaxide, Portugal
Cão encotrado em Carnaxide


Bicharada.net
Contacto
Login
Privacy policy