Animais Dicas Canis & Gatis Parques Zoos Clínicas Lojas Hotéis
Esperança renasce para ursos nas Astúrias
2008-06-08 » Espanha
Quando se temia pela sua sobrevivência e já poucos esperavam que os ursos pardos das Astúrias nunca iriam sozinhos ter a capacidade de recuperar as suas populações, as notícias não podiam ser melhores. Desde que, em 2004, uma fêmea deu à luz e as suas crias conseguiram sobreviver, esta pequena comunidade tem sido monitorizada em permanência. Até agora, pouco mais tinha acontecido, mas este ano há pelo menos duas fêmeas prenhas, o que pode inverter a tendência de desaparecimento da espécie nesta zona particular de Espanha, o Vale dos Ursos.

Estima-se que neste momento existam cerca de 130 destes animais a viver em liberdade em duas comunidades distintas na Cordilheira Cantábrica, a Ocidental e a Oriental, a primeira de maior dimensão, com cerca de 100 animais, e a segunda onde se encontram os restantes. Tem havido por parte das autoridades uma tentativa de criar condições para que essas duas comunidades se juntem, o que poderia potenciar ainda mais os nascimentos e também evitar alguns problemas de consanguinidade, que são mais prováveis se os dois grupos estiverem divididos, principalmente o grupo menor, do qual estas duas fêmeas fazem parte.

Nos últimos anos, o número de animais tem subido significativamente, estima-se que cerca de 7%, muito por causa do empenhamento das autoridades, mas também das populações que se sentem parte da solução do problema e que orgulhosamente se mostram protectoras desta espécie.

Também o íbis-eremita premeia empenho das autoridades espanholas

Também esta semana se veio a saber que uma espécie rara de íbis, o íbis-eremita, nidificou em Espanha com sucesso, Parque Natural de Breña, cerca de 500 anos depois de o ter feito pela última vez.

O íbis-eremita tem nidificado, nos últimos anos, em apenas quatro colónias destas aves em Marrocos, no Parque Nacional de Souss-Massa, onde no total podem ser encontradas pouco mais de duas centenas de aves. Nos últimos anos, tem estado a ser estudada uma quinta possível colónia destas aves, com menos de uma dezena de animais, que se encontra na Síria e que se julgava ter já desaparecido completamente. Neste momento, a preocupação é saber se os indivíduos deste pequeníssimo grupo se encontram em condições de se reproduzir, ou se são apenas o que resta de uma antes florescente comunidade que, por motivos pouco conhecidos, sofreu um declínio dramático em apenas 20 anos.

Este acontecimento em Espanha vem premiar o empenhamento dos sucessivos governos, que muito investiram na protecção das espécies animais. Nomeadamente, criaram-se parques, assegurando-se em permanência a manutenção nessas áreas de pessoal especializado para acompanhar muitas espécies em perigo e, mais do que isso, foram investidas avultadas verbas na promoção de condições, na educação das populações e em meios humanos. Estas medidas começaram já a dar frutos, com o aparente sucesso na reprodução de linces, com muitas outras aves, com os ursos e agora com a nidificação do íbis-eremita em solo espanhol.
Notícias
Jardim Zoológico celebra o nascimento de duas crias de Urso-pardo
Portugal
Semana do Ambiente com animação, atividades e novas crias
Este ano, a Semana do Ambiente tem uma comemoração especial no Jardim Zoológico. O grupo de Ursos-pardos cresceu de 3 para 5 animais com o nascimento de duas crias. A sua apresentação ao público integra os quatro dias de atividades lúdicas e educativas que o Jardim Zoológico preparou, entre 8 e 10 de Junho.
Um urso dorminhoco
Estados Unidos
Em Naples Beach, na Flórida, um urso-pardo invadiu uma residência, não para roubar alimentos ou para estragar o que quer que fosse, mas apenas para dormir uma soneca, ao fresco. Este gesto levou a que o animal já seja conhecido pelo «Urso adormecido».
Jardim Zoológico de Lisboa acolhe três Ursos-pardos
Portugal
Os animais encontram-se na quarentena do Jardim Zoológico O Jardim Zoológico de Lisboa recebeu três Ursos-pardos que se encontravam em Marco de Canaveses. O pedido de recolha destes animais foi efectuado pelo ICNB (Instituto de Conservação da Natureza e Biodiversidade), tendo o Jardim Zoológico respondido positivamente a esta solicitação, no âmbito de cooperação com as entidades oficiais, ficando os animais na quarentena do parque, a título provisório, até ser decidido pelo ICNB o seu destino final.
Mais um urso pardo morto em acidente rodoviário
França
O governo francês tem tentado reintroduzir os ursos pardos nos Altos Pirinéus tendo, para tal, «importado» da Eslovénia cerca de 20 animais. Os ursos foram libertados em vários locais destas montanhas de forma discreta, já que esta iniciativa tem sofrido grande contestação por parte de algumas organizações com interesses locais.
Ursos pardos dos Alpes podem estar condenados
Europa
Segundo o braço austríaco da World Wildlife Fund, WWF, os ursos pardos a viver em liberdade nas montanhas alpinas podem desaparecer a curto prazo, já que os animais existentes podem não ser suficientes para manter a população.
Canis & Gatis
Parques

Reserva do Luando

Malanje, Angola

Zoos

Zoológico Municipal de Volta Redonda

Rio de Janeiro, Brasil

Parque Dois Irmãos

Pernambuco, Brasil

Clínicas

Consultório Veterinário Animalha

Distrito Federal, Brasil

Lojas

Dog Star

Pernambuco, Brasil

Happy Pets

Setúbal, Portugal

Hotéis

Villier Ulmo Kennel

Rio de Janeiro, Brasil

Quinta dos Bichos

Setúbal, Portugal