Camelídeos Camelo (Camelus bactrianus)

Camelo (Camelus bactrianus)


Reino: Animalia
Filo: Chordata
Classe: Mammalia
Ordem: Artiodactyla
Subordem: Tylopoda
Família: Camelidae
Género: Camelus

Outros nomes:
Bactrian Camel (Inglês)
Wild Bactrian Camel (Inglês)
Chameau de Bactriane (Francês)
Chameau Domestique (Francês)
Camello Bactriano (Castelhano)

Distribuição:
Os camelos são oriundos do Centro e do Leste da Ásia. Já não existem praticamente camelos a viver em estado selvagem. Os últimos animais nestas condições vivem em três grupos na Zona do Deserto do Gobi, parte chinesa e parte mongol, e não serão mais de 1000 animais.
Existem por todos os territórios ancestrais destes animais outros pequenos grupos a viver em liberdade, mas não em estado selvagem, uma vez que são animais que se perderam ou fugiram dos seus proprietários e que com facilidade se juntam a uma qualquer caravana ou manada que passe.

Os camelos foram domesticados desde há 4500 anos, dada a sua docilidade, sendo utilizados como meio de transporte de pessoas e bens. São animais muito medrosos, mas demonstram uma enorme capacidade de adaptação a condições climatéricas extremas. São preferidos pela quantidade de carga que conseguem transportar e para acompanhar os iaques nas subidas das montanhas da Ásia Central. Para além disso fornecem carne, leite e a pele, que é utilizada para fazer roupas e tendas dos povos nómadas da região.

Existem camelos na Austrália, onde se tornaram uma praga, mas foram para aí levados no século XIX pela capacidade de se adaptarem ao deserto. Depois, alguns fugiram e criaram grandes manadas, invadindo o território australiano até aos confis, onde as autoridades não conseguem controlar a natalidade destes animais. Existem, de acordo com as melhores estimativas, mais de 30.000 camelos a viver em liberdade no território australiano.

Alimentação:
Os camelos são herbívoros. A base da sua alimentação são ervas, capim e, onde houver, árvores, folhas e ramos das mesmas.

Estado de conservação:
Em Perigo Crítico (IUCN 2008 este estatuto só diz respeito as animais a viver em estado completamente selvagem na sua zona de origem).

Domesticados, estimam-se existir mais de um milhão e meio destes animais.

Reprodução e maturidade sexual:
Os camelos, machos e fêmeas, atingem a maturidade sexual entre os 3 e os 5 anos.
O tempo de gestação das fêmeas dura em média 11 meses, findos os quais nasce em, regra, uma cria, ocorrendo com alguma frequência partos múltiplos.

Tamanho:
Os camelos a viver estado selvagem podem medir 2,30 m e pesar 750 kg. Já os domesticados podem ultrapassar os 900 kg.

Longevidade:
Estes animais têm uma esperança de vida que ronda os 50 anos.


Publicidade


Galeria fotográfica

Classificados
Campinas, Brasil
Vilac Clínica Veterinária
Campinas, Brasil
Vilac Clínica Veterinária


Bicharada.net
Contacto
Login
Privacy policy